Dissertações/Teses

Clique aqui para acessar os arquivos diretamente da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da UNIFAP

2022
Descrição
  • ARNALDO ALMEIDA DA NATIVIDADE
  • FRACTAL: UM MODELO PARA APRENDIZAGEM NO ENSINO DA MATEMÁTICA

  • Data: 29/03/2022
  • Mostrar Resumo
  • Um dos maiores desafios da modernidade é inovar e melhorar o ensino e aprendizagem dos alunos, principalmente nas áreas de exatas, em que a dificuldade e a complexidade da teoria se mostram mais evidentes, assim associando a teoria com a prática da rotina humana faz do estudo dos fractais uma proposta inovadora do ensino da matemática. Assim, este trabalho tem como problemático o que garante que a Geometria Fractal pode ser utilizada como uma alternativa que possibilite a aprendizagem mais interativa e eficaz. Objetivando verificar a teoria de Fractal, fornecendo alternativas e sugestões de se ministrar conteúdos matemáticos de forma mais atrativa aos alunos e os objetivos específicos: entender o surgimento dos fractais, descobrir suas características e comportamentos, utilizar os recursos pedagógicos digitais (Paint e Python) para a construção dos fractais com abordagem nos conteúdos matemáticos. Por meio de uma pesquisa é de caráter qualitativo, por meio da proposta pedagógica, baseadas em um referencial teórico e que têm o intuito de promover melhorias ou avanços nas práticas. Para obter dados desta pesquisa, utilizou-se pesquisa bibliográfica e estudos de casos. Inclusive trazendo propostas de prática pedagógica com o uso do Paint, ferramenta do Windows, e do Python como forma de ensino e aprendizagem dos fractais para os alunos do ensino médio.

  • CAMILO RODRIGUES CAVALCANTE DA SILVA FILHO
  • Manual de uso do Laboratório de Ensino de Matemática do Colégio Amapaense: construção de um Manual Operativo”.

  • Data: 10/01/2022
  • Mostrar Resumo
  • A Matemática tem sido considerada uma disciplina de complexa assimilação e aprendizagem, fazendo com que discussões acerca da prática docente e as dificuldades apresentadas pelos alunos sejam realizadas, visando contribuir para a criação de um ambiente lúdico e dinâmico que favoreça o desenvolvimento integral do aluno. O Colégio Amapaense configura-se em uma instituição de ensino de grande representatividade no Estado do Amapá e onde, também, observa-se ano após ano casos de desinteresse pela disciplina de Matemática e até reprovação. Logo, esta dissertação visa construir estratégias para elaboração do manual de uso de Laboratório de Ensino de Matemática no Colégio Amapaense (LEMCA), haja vista que o espaço para a implantação do Laboratório de Ensino da Matemática (LEM) já foi definido, no entanto, ainda não houve a execução da proposta. Pretendia-se executar uma pesquisa-ação com alunos do 3.º ano do Ensino Médio do Colégio Amapaense e abrangeria aulas com metodologias correlacionadas ao LEM, mas a pandemia de COVID-19 impossibilitou a continuidade de aulas presenciais e, considerando que grande parte dos alunos não tem acesso à internet buscou-se atender aos objetivos propostos através de um estudo descritivo e exploratório. Utilizaram-se os dados de indicadores de proficiência em Matemática, fornecidos pela plataforma digital do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP); realizou-se revisão de literatura, onde foram selecionados estudos científicos disponíveis nas bases de dados nacionais, publicados no período de 2016 a 2021, em língua materna, disponíveis na íntegra e com referência à Alunos, Ensino-aprendizagem e Laboratório de Ensino de Matemática; e, por fim, considerando os resultados obtidos anteriormente, buscou-se propor o manual de uso do LEMCA. Dentre os principais resultados encontrados destaca-se que as porcentagens de alunos, com aprendizagem matemática adequado no Sistema Nacional de Avaliação (SAEB) do estado do Amapá, estão abaixo das médias nacional e regional; as médias de desempenho em Matemática dos alunos do Colégio Amapaense apresentadas no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) encontram-se abaixo das médias nacional, regional e estadual; e, a implantação de LEM tem sido apontado como uma possibilidade de romper com um ensino pautado pela racionalidade técnica. Diante do exposto, conclui-se que propor um manual de uso do Laboratório de Ensino de Matemática do Colégio Amapaense (LEMCA) será possível auxiliar a implantação e funcionamento do laboratório na instituição, favorecer o planejamento das aulas de Matemática, otimizar o processo de ensino-aprendizagem de alunos e proporcionar aos alunos uma nova perspectiva acerca da aprendizagem matemática.

  • JOSUE COELHO DE FREITAS
  • A GEOMETRIA UTILIZADA POR JOHANNES KEPLER COM APLICAÇÕES NO GEOGEBRA

  • Data: 05/01/2022
  • Mostrar Resumo
  • Esse trabalho tem como objetivo apresentar uma proposta de ensino para a solução de equações de terceiro grau por meio de radicais com o uso da fórmula de Cardano, nos estudos das equações polinomiais de terceiro grau, em especial, para a solução de equações que possuem todas as raízes reais. Apesar dessa fórmula sempre levar a expressões com raízes quadradas de números negativos, mostraremos ser possível encontrar suas soluções sem utilizar números complexos, e sim por meio de funções trigonométricas. Nesse sentido, buscamos explorar conceitos relacionados a fórmula de Cardano que fundamentem a justificativa do seu uso na resolução das equações cúbicas. Para isso, baseamos nossos estudos em análises feitas em livros didáticos da Rede Pública de Ensino e em outras dissertações que abordam a fórmula de Cardano. Por fim, propomos uma sequência didática para ser aplicada no estudo das equações polinomiais no terceiro ano do ensino médio, a qual, permita ampliar as resoluções das equações cúbicas para o universo dos números reais, de forma que contemple aquelas que possuem todas as raízes irracionais, onde utilizaremos a fórmula de Cardano.

2021
Descrição
  • ARTHUR PEIXOTO MARQUES
  • O USO DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL NO ENSINO DA MATEMÁTICA

  • Orientador : JOSE WALTER CARDENAS SOTIL
  • Data: 28/12/2021
  • Mostrar Resumo
  • O presente estudo foi realizado com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre as ferramentas de ensino de matemática, especificamente de ferramentas modernas que podem ou não conter inteligência artificial em sua formatação. A condução da pesquisa guiou-se através de estudo bibliográfico e também pela utilização de algumas das ferramentas mais famosas da área, tanto nacionais, quanto internacionais. Foi observado que no Brasil o uso da inteligência artificial ainda é incipiente e que em outros países há uma tentativa, porém, nada que se possa dizer ser uma inteligência real e que vá substituir um professor em sala de aula. Vislumbra-se tais ferramentas como apoio ao trabalho do docente e não como um substituto. O significado de tais conclusões é importante, pois pode orientar políticas públicas de investimento nas áreas tecnológicas de apoio à sala de aula, ampliando o potencial de aprendizagem do aluno através do aumento da eficiência do professor em sala de aula.

  • RONALDO LOBATO PINHEIRO
  • “FUNÇÕES RECURSIVAS: A MATEMÁTICA DA CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO APLICADA AO ENSINO MÉDIO”.

  • Data: 03/12/2021
  • Mostrar Resumo
  •  Um dos maiores desafios da modernidade é inovar e melhorar o ensino e aprendizagem dos alunos, principalmente nas áreas de exatas, em que a dificuldade e a complexidade da teoria se mostram mais evidentes, assim associando a teoria com a prática da rotina humana faz do estudo dos fractais uma proposta inovadora do ensino da matemática. Assim, este trabalho tem como problemático o que garante que a Geometria Fractal pode ser utilizada como uma alternativa que possibilite a aprendizagem mais interativa e eficaz. Objetivando verificar a teoria de Fractal, fornecendo alternativas e sugestões de se ministrar conteúdos matemáticos de forma mais atrativa aos alunos e os objetivos específicos: entender o surgimento dos fractais, descobrir suas características e comportamentos, utilizar os recursos pedagógicos digitais (Paint e Python) para a construção dos fractais com abordagem nos conteúdos matemáticos. Por meio de uma pesquisa é de caráter qualitativo, por meio da proposta pedagógica, baseadas em um referencial teórico e que têm o intuito de promover melhorias ou avanços nas práticas. Para obter dados desta pesquisa, utilizou-se pesquisa bibliográfica e estudos de casos. Inclusive trazendo propostas de prática pedagógica com o uso do Paint, ferramenta do Windows, e do Python como forma de ensino e aprendizagem dos fractais para os alunos do ensino médio.

  • MARLON DE UBAIARA ROCHA
  • A INFLUÊNCIA DO JOGO DE PEÇAS MATEMÁTICO CHAMADO ALGEPLAN ADAPTADO AO ENSINO DA ÁLGEBRA AOS DEFICIENTES VISUAIS, AUDITIVOS E AUTISTAS

  • Data: 23/03/2021
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho faz uma abordagem sobre o uso do material geométrico chamado Algeplan, o qual será também adaptado para deficientes visuais, deficientes auditivos e também para autistas. Teremos como proposta planos de aula contendo atividades relacionadas ao estudo de polinômios com uso do material didático Algeplan. O principal objetivo deste trabalho é facilitar o processo de ensino dos polinômios para alunos, entre os quais se encontram aqueles que apresentam necessidades educativas especiais tais como os deficientes visuais, deficientes auditivos e autistas. Como embasamento teórico desta pesquisa teremos a teoria de aprendizagem de Ausubel que envolve a interação entre ideias significativas e com a hipótese de que a aplicação dessa atividade experimental poderá favorecer o processo de ensino e aprendizagem de maneira significativa aos alunos. Abordamos o assunto polinômios com uma ferramenta de fácil construção e de baixo custo, onde o aluno irá desenvolver as habilidades necessárias e suficientes para a compreensão de um assunto que quando aplicado da maneira tradicional se torna bem complicado, principalmente para aqueles com necessidades especiais, incluídos nas classes regulares. Foi adotada a  pesquisa ação como metodologia para intervenção, além disso a pesquisa está fundamentada numa proposta de abordagem do paradigma qualitativo, que pela sua natureza, está de acordo com os objetivos que se pretende atingir.

  • GLEINISON GILBERTO QUEIRÓZ SOARES
  • O ENSINO DA MATEMÁTICA PARA AUTISTAS: Uma pesquisa sobre a formação dos professores de Matemática frente aos discentes autistas no Estado do Amapá

  • Data: 05/03/2021
  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa tem por objetivo refletir sobre como é tratada a Educação Especial no Amapá, desde o aprendizado nas Instituições de Ensino Superior (IES)àprática dos professores de Matemática em sala de aula, pois,são as IESque preparam essesatores sociaispara dar a todos oportunidades iguais de aprendizado. Mediante isso, percebe-se que a maioria das IES, ainda, não trata a Educação Especial como deveria e que os professores contam com suas experiências e de profissionais especializados para a construção de um ensino significativo para os alunos com TEA, além de diversasescolas contarem com espaço minimamente adequado a esses alunos.A respectiva pesquisa adotou a perspectiva do materialismo histórico dialéticoe questionário de perguntas e respostas, porquanto o tratamento histórico dado aos deficientes e a formação e atuação dos professores de matemática frente a Educação Especial. Assim, este estudo analisou os condicionantes de formação dos professores de Matemática e sua atuação nas escolasdo Estado do Amapá, bem como suaspráticas de ensino-aprendizagem e, ainda,a adequação dos espaços escolares para receber os portadores de TEA adequadamente.

  • ZIRO DINIZ DE OLIVEIRA
  • Aprendizagem de geometria espacial por meio da manipulação de sólidos geométricos em uma  escola no interior do Amapá

  • Data: 15/02/2021
  • Mostrar Resumo
  • No extremo norte do Brasil, mais especificamente na cidade de Macapá-AP, verifica-se um curioso fator geográfico, representado por uma linha imaginária que teoricamente divide o globo em dois hemisférios distintos, o norte e o sul. Esta linha é conhecida como linha do equador e simboliza a latitude zero. Esta característica evidencia alguns fenômenos para um observador localizado neste referencial, dentre os quais destacase as peculiaridades do Equinócio equatorial. Foi aplicado um questionário para analisar o conhecimento dos visitantes do Monumento Marco Zero do Equador sobre o fenômeno do Equinócio, onde os resultados mostram que a maioria dos entrevistados possuem bom nível de conhecimento básico sobre este fenômeno, porém, possuem dificuldades na compreensão das particularidades do Equinócio para a latitude zero.

    Estas questões, associadas às dificuldades encontradas entre os estudantes do ensino básico a respeito de determinados conceitos matemáticos, levaram a elaborar uma metodologia de ensino para viabilizar a interdisciplinaridade entre o ensino de Matemática e de conceitos básicos de Astronomia. Esta metodologia foi aplicada a alunos da Escola Grupo Perspectivas Construtivas (GPC), no município de Santana-AP
    (situado à 17 km da capital Macapá-AP), os quais tiveram um aproveitamento acima de 90%, manifestando parecer favorável a associação da matemática com a Astronomia.

    Foi observado nos alunos um melhor aproveitamento na compreensão de conceitos de trigonometria e de geometria, além de colaborar para a popularização de conceitos básicos de Astronomia, principalmente os sobre o Equinócio e a duração do dia e da noite.

  • EDÉSIO LOBATO DE SOUZA JÚNIOR
  • O USO DO VICMETRO NO ENSINO DAS RAZÕES TRIGONOMÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO

  • Orientador : GUZMAN EULALIO ISLA CHAMILCO
  • Data: 28/01/2021
  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa tem por escopo analisar o desempenho de alunos do primeiro ano do Ensino Médio em atividades sobre a Trigonometria no triângulo retângulo realizadas com auxílio de um instrumento didático manipulável denominado Vicmetro. Para tanto, os alunos deveriam determinar o valor de lados e ângulos de triângulos retângulos através das razões trigonométricas fundamentais e confirmar o resultado encontrado com o Vicmetro. Espera-se que o conhecimento adquirido pelos estudantes, com o auxílio do Vicmetro os aproximem da prática cotidiana, despertando neles o interesse pela aprendizagem da Trigonometria

2020
Descrição
  • JOSE NILSON DA SILVA
  • UMA ANÁLISE DE CONCEITOS DE ASTRONOMIA E MATEMÁTICA PARA A POPULARIZAÇÃO CIENTÍFICA DO FENÔMENO DO EQUINÓCIO A PARTIR DA LATITUDE ZERO

  • Data: 16/10/2020
  • Mostrar Resumo
  • No extremo norte do Brasil, mais especificamente na cidade de Macapá-AP, verifica-se um curioso fator geográfico, representado por uma linha imaginária que teoricamente divide o globo em dois hemisférios distintos, o norte e o sul. Esta linha é conhecida como linha do equador e simboliza a latitude zero. Esta característica evidencia alguns fenômenos para um observador localizado neste referencial, dentre os quais destaca-se as peculiaridades do Equinócio equatorial. Foi aplicado um questionário para analisar o conhecimento dos visitantes do Monumento Marco Zero do Equador sobre o fenômeno do Equinócio, onde os resultados mostram que a maioria dos entrevistados possuem bom nível de conhecimento básico sobre este fenômeno, porém, possuem dificuldades na compreensão das particularidades do Equinócio para a latitude zero.
    Estas questões, associadas às dificuldades encontradas entre os estudantes do ensino básico a respeito de determinados conceitos matemáticos, levaram a elaborar uma metodologia de ensino para viabilizar a interdisciplinaridade entre o ensino de Matemática e de conceitos básicos de Astronomia. Esta metodologia foi aplicada a alunos da Escola Grupo Perspectivas Construtivas (GPC), no município de Santana-AP (situado à 17 km da capital Macapá-AP), os quais tiveram um aproveitamento acima de 90%, manifestando parecer favorável a associação da matemática com a Astronomia. Foi observado nos alunos um melhor aproveitamento na compreensão de conceitos de trigonometria e de geometria, além de colaborar para a popularização de conceitos básicos de Astronomia, principalmente os sobre o Equinócio e a duração do dia e da noite.

  • HELINGTON FRANZOTTI ARAÚJO DE SOUZA
  • SISTEMAS DINAMICOS E A TEORIA DO CAOS: UMA ABORDAGEM A PARTIR DO MAPA LOGÍSTICO E DO SISTEMA DE LORENZ

  • Data: 01/02/2020
  • Mostrar Resumo
  • SISTEMAS DINAMICOS E A TEORIA DO CAOS: UMA ABORDAGEM A PARTIR DO MAPA LOGÍSTICO E DO SISTEMA DE LORENZ

    Este trabalho aborda a Teoria do Caos, um topico importante dentro da Matematica, mais precisamente, na teoria dos sistemas din^amicos. O caos e observado emmuitos fen^omenos na natureza, desde a evoluc~ao de especies e o crescimento populacionalem biologia, ate o movimento de corpos celestes pelo universo. Sistemas din^amicos queapresentam comportamentos caoticos podem ser analisados e caracterizados por meio deteoremas e metodos de analise matematica, tanto analtica quanto numericamente, dependendoda sua natureza. Um dos objetivos do estudo da Teoria do Caos e atuar nocontrole de tais sistemas, por meio de previs~oes sobre seu comportamento futuro combase na medida dos par^ametros de um espaco de estados. Nesse sentido, neste trabalhofoi feita uma abordagem teorica inicial e caracterizac~ao do caos por meio da analise dedois sistemas din^amicos: o Mapa Logstico e o Sistema de Lorenz. Foram utilizados osexpoentes de Lyapunov para analisar o comportamento caotico no Mapa Logstico e umafunc~ao de Lyapunov para mostrar que o sistema de Lorenz e dissipativo. A partir da,observou-se como tais sistemas evoluem para o caos em func~ao de seus par^ametros.

  • PAULO ROBERTO OLIVEIRA MIRANDA
  • GEOMETRIA NO 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA PROPOSTA DE ENSINO ATRAVÉS DE CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS NAS ESCOLAS ESTADUAIS DO SISTEMA DE ORGANIZAÇÃO MODULAR DE ENSINO DO AMAPÁ

  • Data: 31/01/2020
  • Mostrar Resumo
  • O trabalho ora apresentado tem a finalidade de fazer uma discussão e conduzir a uma possível reflexão sobre a importância das construções geométricas no ensino e aprendizagem de Geometria e está fundamentado, principalmente, na observação feita nos últimos anos, das diversas práticas executadas em sala de aula no que concerne ao ensino de Matemática do 8º ano do Ensino Fundamental, em especial às do Sistema de Organização Modular de Ensino no Estado do Amapá. Considerando as mudanças ocasionadas pela legislação passada e vigente, focaliza também a sequência dos conteúdos disposta nos livros didáticos, distribuídos pelo Programa Nacional do Livro Didático - PNLD, que se encontram disponíveis aos alunos da rede pública, que nos faz perceber o quanto o ensino da geometria não tem sido tratado com importância devida que os Parâmetros Curriculares Nacionais - PCN e mais recentemente a Base Nacional Comum Curricular – BNCC recomendam. Diante dessa problemática e tendo em vista o desejo de oferecer aos discentes de comunidades distantes da Capital do Estado do Amapá, algumas delas de difícil acesso, um ensino de boa qualidade em geometria, é que a proposta ora apresentada busca contribuir para uma melhor aprendizagem, sobretudo pelo resgate do ensino das construções geométricas no Ensino Fundamental há muito esquecidas e pouco abordadas nos livros nos quais muitas vezes são tratadas como apêndice.

2019
Descrição
  • CICERO CELIO PINTO LEITE
  • ANÁLISE DOS CONTEÚDOS DE MATEMÁTICA FINANCEIRA NA PERSPECTIVA DE ELON LAGES LIMA

  • Data: 13/12/2019
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho versa sobre a temática Análise dos conteúdos de matemática financeira na perspectiva de Elon Lages Lima. Nessa linha, o pressuposto inicial é que o livro didático é um dos instrumentos mais utilizado pelos professores em sala de aula. Assim, é considerado como uma alternativa de grande importância para o ensino-aprendizado. Sobre a escolha de um conteúdo específico como a matemática financeira, o ponto central de entendimento é que este conteúdo trata de questões relativas ao valor do dinheiro no tempo, envolvendo conceitos de juros e de inflação em suas aplicações aos investimentos, empréstimos, dentre outros. Diante do exposto, o presente trabalho tem como objetivo primordial identificar, dentre os livros analisados, o que mais se adéqua ao tripé dimensionado por Elon Lages Lima, ao que se refere a aplicação, manipulação e conceituação. Chegou-se ao entendimento que podemos afirmar que a matemática financeira é de fundamental importância para o campo educacional e para formação de um sujeito pesquisador capaz de entender o contexto o qual o aluno está inserido. Tomando como base o tripé de Elon, nas análises realizadas identificamos alguns equívocos dos autores no que se refere a uniformidade e equilíbrio dos aspectos relacionados a conceituação, aplicação e manipulação nos exercícios. Todavia, levando em consideração este desequilíbrio, sabemos que a maioria dos livros didáticos possui erros que vem ou não prejudicar na aprendizagem do aluno. Para ser utilizado nas escolas públicas do Brasil, qualquer livro didático precisa responder por alguns critérios, entre os quais, apresentar um conteúdo acessível para a faixa etária destinada, estimular e valorizar no texto a participação do aluno, combater atitudes e comportamentos passivos.

  • FERNANDO CABRAL CORREIA
  • DISCALCULIA E O ENSINO DE ANÁLISE COMBINATÓRIA

  • Orientador : SIMONE DE ALMEIDA DELPHIM LEAL
  • Data: 24/08/2019
  • Mostrar Resumo
  • Esta disserta¸c˜ao foi elaborada a partir da experiˆencia vivenciada enquanto aluno do ensino m´edio, per´ıodo em que o autor sentiu dificuldade para aprender os t´opicos de an´alise combinat´oria. Desta forma, a pesquisa teve como principal objetivo analisar a aprendizagem de t´opicos de an´alise combinat´oria (AC) entre quarenta e um alunos do 2o ano do ensino m´edio regular e vinte e oito alunos de Educa¸c˜ao de jovens e Adultos (EJA) que apresentaram dificuldades de aprendizagem, em especial, buscando identificar e observar aqueles com ind´ıcios de discalculia (ID). O trabalho foi desenvolvido na Escola Estadual Jos´e do Patroc´ınio, e foi fundamentado na teoria da engenharia did´atica que caracteriza-se, em primeiro lugar, por um esquema experimental baseado em ”realiza¸c˜oes did´aticas”em sala de aula, isto ´e, na concep¸c˜ao, realiza¸c˜ao, observa¸c˜ao e an´alise de sess˜oes de ensino, e iniciou com a aplica¸c˜ao de um teste com 20 quest˜oes para identificar poss´ıveis ind´ıcios de discalculia (ID) entre os alunos. A discalculia ´e um tipo de transtorno de aprendizagem caracterizada por uma inabilidade ou incapacidade de pensar, refletir, avaliar ou raciocinar processos ou tarefas que envolvam conceitos matem´aticos. N˜ao existe uma causa ´unica para se justificar as fases das dificuldades com a linguagem Matem´atica, todavia esse acometimento pode causar grandes problemas `a pessoa, sobretudo em idade escolar. A aprendizagem tem um papel muito importante no ensino da Matem´atica, uma vez que ´e cont´ınua e segue ix acompanhando os diferentes n´ıveis de desenvolvimento do ser humano, entretanto, alguns estudantes apresentam dificuldades para aprender Matem´atica. De acordo com dados do Minist´erio da Educa¸c˜ao – MEC (2017), 71,67% dos alunos tˆem n´ıvel insuficiente de aprendizado em Matem´atica. Desses, 23% est˜ao no n´ıvel 0, o mais baixo da escala de proficiˆencia. V´arios fatores contribuem para o insucesso na disciplina, tais como os aspectos culturais, sociais, pedag´ogicos e pol´ıticos que circundam o estudante. Nesta pesquisa, optou-se por trabalhar com os conte´udos de an´alise combinat´oria, no intuito de analisar as dificuldades de aprendizagem matem´atica, uma vez que os conceitos utilizados em contagem s˜ao b´asicos (multiplica¸c˜ao, divis˜ao, adi¸c˜ao e subtra¸c˜ao), e isoladamente n˜ao s˜ao suficientes para o desenvolvimento do tema, eis que o conhecimento de mundo ´e essencial para que o estudante consiga interpretar e desenvolver seu racioc´ınio referente ao tema, como exemplo, problemas com dados, baralhos, moedas, dentre outros que exigem conhecimento pr´evio para que se possa avan¸car na resolu¸c˜ao de problemas. Assim, a identifica¸c˜ao de alunos do ensino m´edio com ID foi eficaz no sentido proporcionar conhecimento a respeito do n´ıvel de dificuldade dos alunos; a analise da aprendizagem dos t´opicos de an´alise combinat´oria dentre os alunos do 2o ano do ensino m´edio (regular e EJA) mostrou que os alunos envolvidos na pesquisa, apresentaram dificuldade com os temas de An´alise combinat´oria, e aqueles com ID apresentam maior dificuldade em Matem´atica e consequentemente menor rendimento nas atividades propostas, pois seus desempenhos n˜ao ultrapassaram 30% do total de atividades propostos. Conclui-se que utilizar os parˆametros de discalculia s˜ao eficazes para revelar as habilidades matem´aticas dos alunos e que os conte´udos de An´alise combinat´oria, pela exigˆencia de matem´atica b´asica e riqueza de informa¸c˜oes que instigam o racioc´ınio matem´atico e podem fazer a liga¸c˜ao do conte´udo escolar com o contexto social do educando, torna-se um conte´udo eficaz para buscar a redu¸c˜ao das dificuldades matem´aticas dos alunos.

  • RAIMUNDO ALEX GOMES DA SILVA
  • PROPOSTA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE GEOMETRIA POR CONSTRUÇÃO

  • Orientador : SIMONE DE ALMEIDA DELPHIM LEAL
  • Data: 24/08/2019
  • Mostrar Resumo
  • SILVA, Raimundo Alex Gomes da. Proposta Didatica para o Ensino de Geometria ´ por Construc¸ao˜ . 2019. 75f. Dissertac¸ao de Mestrado Profissional em Matem ˜ atica em ´ Rede Nacional – PROFMAT – UNIFAP – Fundac¸ao Universidade Federal do Amap ˜ a,´ Macapa, 2019. ´ A presente dissertac¸ao foi elaborada a partir da experi ˜ encia vivenciada como aluno, ˆ tanto do ensino basico como do superior, e profissional da educac¸ ´ ao na ˜ area da ´ Matematica, portanto, tendo experimentado o enfoque aqui tratado com relac¸ ´ ao˜ a` Geometria e ao Desenho Geometrico. Ciente que o Desenho Geom ´ etrico propor- ´ ciona um n´ıvel importante de compreensao e visualizac¸ ˜ ao dos problemas que en- ˜ volvem Geometria propoe-se que o ensino da Geometria esteja intimamente relacio- ˜ nado ao Desenho Geometrico atrav ´ es da aplicac¸ ´ ao de suas t ˜ ecnicas na construc¸ ´ ao˜ das figuras geometricas aqui tratadas, tri ´ angulos, quadril ˆ ateros e circunfer ´ encia, bem ˆ como de seus elementos com o objetivo de propiciar ao aluno melhor entendimento e assimilac¸ao de suas definic¸ ˜ oes, conceitos e propriedades, que ˜ e fundamental para ´ a resoluc¸ao de problemas. O enfoque ser ˜ a dado ´ a Geometria estudada nos 8 ` o e 9 o anos do Ensino Fundamental. Pretende-se que o aluno deixe de ser mero espectador de uma aula com pouca motivac¸ao e se torne um agente ativo do pro- ˜ cesso de aprendizagem, despertando interesse pelo ensino da Geometria e do Desenho Geometrico, principalmente em situac¸ ´ oes pr ˜ aticas que envolvam construc¸ ´ oes ˜ geometricas. Visando alcanc¸ar o objetivo pretendido, ser ´ a apresentado o passo a ´ passo das construc¸oes geom ˜ etricas de algumas figuras geom ´ etricas com o uso da ´ regua e compasso utilizando os conceitos da Geometria para justific ´ a-las. Com a ´ retomada do ensino da Geometria e do Desenho Tecnico desde a implementac¸ ´ ao˜ dos Parametros Curriculares Nacionais – PCN, o exerc ˆ ´ıcio e pratica das construc¸ ´ oes ˜ geometricas contribuir ´ ao sobremaneira para dotar o aluno com um conhecimento ma- ˜ tematico mais s ´ olido, possibilitando a descoberta de novas estrat ´ egias para a resoluc¸ ´ ao˜ de problemas no campo da Geometria

  • DENILSON PONTES BARBOSA AMANAJÁS
  • DIVISIBILIDADE POR CONGRUÊNCIA

  • Orientador : JOSE WALTER CARDENAS SOTIL
  • Data: 19/06/2019
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho constitui uma abordagem diferenciada para o estudo de divisibilidade utilizando conhecimentos de congruência, tendo em vista a grande dificuldade de compreensão e aplicação deste conhecimento. Inicialmente mencionase a constituição dos sistemas numéricos e os métodos utilizados para dividir dos povos Egípcios, Romanos e Hindus. As definições, proposições, teoremas e lemas constituem a fundamentação teórica necessária para efetuar procedimentos de divisibilidades. Através de análise dos referenciais teóricos, criou-se um recurso metodológico denominado algoritmo de divisibilidade por congruência (ADCG) utilizado para calcular divisibilidades e possibilitar ao aluno um novo recurso que contribui significativamente para processo de ensino e aprendizagem. Este recurso oportunizou construir uma proposta de ensino direcionado para alunos do ensino fundamental das séries finais e ensino médio com o objetivo de auxiliar, intensificar e melhorar o entendimento do conteúdo ministrado em sala de aula. 

  • AGEANE LIGIA ARANHA BRAGA
  • CAPITAL CULTURAL E DESEMPENHO ESCOLAR EM MATEMÁTICA: UMA ANÁLISE ESTATÍSTICA SEGUNDO AS TEORIAS DE PIERRE BOURDIEU

  • Orientador : JOSE WALTER CARDENAS SOTIL
  • Data: 03/06/2019
  • Mostrar Resumo
  • Os índices educacionais oficiais demonstram que o ensino da Matemática na escola básica vai mal. A causa desse fracasso não é simples nem imediata, mas no caso específico desta disciplina, qualidades como esforço, dedicação, perseverança e ordem no trabalho são indispensáveis para o estudo da matemática. Contudo, tais virtudes não são inatas e podem ser desenvolvidas por qualquer pessoa bem orientada. O presente trabalho, que traz como tema “Capital Cultural e Desempenho Escolar em Matemática: uma análise estatística segundo as Teorias de Pierre Bourdieu”, teve como objetivo principal analisar a influência da herança cultural, à luz das teorias propostas por Pierre Bourdieu, no desempenho escolar em matemática de um grupo de alunos da Rede Pública Estadual. Para tanto, se estabeleceu um diálogo com as teorias de Pierre Bourdieu, principalmente as que tratam sobre herança cultural, capital cultural e Disposições individuais e familiares para o estudo. Por esse motivo se analisou estatisticamente os dados, utilizando-se do teste não paramétrico qui-quadrado, a fim de identificar se existe relação entre o desempenho em matemática dos alunos e sua herança cultural e familiar. Os resultados demonstram que o desempenho em matemática é positivo quando os responsáveis pelos alunos são pessoas que frequentam as reuniões escolares; conversam com os filhos sobre os acontecimentos da escola, estabelecem rotina com horário para os estudantes dormirem à noite e incentivam à leitura de livros. Além dessas variáveis, verificou-se também que o desempenho em matemática é também favorável quando os alunos nunca foram retidos em alguma série, nunca abandonaram os estudos em algum momento da trajetória estudantil e não exercem atividade remunerada. A relação desses achados de pesquisa com as teorias de Bourdieu está no capital cultural acumulado por essas famílias e transmitidos aos herdeiros (alunos), ou seja o tipo de rotina que estabelecem no seio familiar que não superestimam a educação dos filhos tem influenciado negativamente no desempenho escolar dos estudantes.

  • CARLOS ALBERTO FERREIRA DA SILVA
  • ABORDAGEM GEOMÉTRICA DE PROBLEMAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR NO ESPAÇO 3D

  • Orientador : JOSE WALTER CARDENAS SOTIL
  • Data: 03/06/2019
  • Mostrar Resumo
  • Neste trabalho apresenta-se a relevância da abordagem geométrica de problemas de Programação Linear (PL) no espaço 3D. O objetivo geral desta dissertação foi servir de base aos docentes de Matemática a fim de que estes tenham subsídios para desenvolverem com os discentes, aplicações de determinados assuntos do ensino médio em problemas práticos, reais e interessantes de PL direcionados a temas da região Norte. O objetivo específico foi proporcionar aos professores uma proposta de ensino – aprendizagem contemplando a PL no espaço tridimensional por intermédio de uma Sequência Didática utilizando o software Geogebra. Esta pesquisa se configura como bibliográfica e de base qualitativa, afinal valeu-se de algumas pesquisas menores e pontuais para sustentar seu arcabouço de informações. Concluise que o estudo de Programação Linear juntamente com a abordagem geométrica no espaço 3D pode ser uma relevante contribuição pedagógica o que facilitará o trabalho docente ao que tange aplicações de modelos matemáticos. 

  • JOSE RAIMUNDO BARBOSA FREITAS
  • ABORDAGEM GEOMÉTRICA DE PROBLEMAS DE PROGRAMAÇÃO LINEAR NO ESPAÇO 2D

  • Orientador : JOSE WALTER CARDENAS SOTIL
  • Data: 03/06/2019
  • Mostrar Resumo
  • Problemas de Programação Linear no espaço bidimensional são abordados neste trabalho, utilizando recursos geométricos com o Geogebra onde são realizadas analogias com situações de aplicações da programação linear na vida cotidiana do aluno, em especial, da Região Norte, proporcionando ao aluno uma visão maior e mais “palpável” da Matemática como instrumento de aplicação. O objetivo deste trabalho é proporcionar aos professores uma proposta de ensino – aprendizagem contemplando a programação linear no espaço bidimensional por intermédio de uma Sequência Didática utilizando o software Geogebra. Conclui-se que o estudo de Programação Linear juntamente com a abordagem geométrica no espaço 2D pode ser uma relevante contribuição pedagógica o que facilitará o trabalho docente ao que tange aplicações de modelos matemáticos

2017
Descrição
  • FLÁVIA HERNAN TEIXEIRA BORGES MONTE
  • FUNÇÃO AFIM E EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA O PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO

  • Data: 15/12/2017
  • Mostrar Resumo
  • FUNÇÃO AFIM E EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA O PRIMEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO

  • KATIA DE NAZARÉ FERREIRA AGUIAR
  • UMA REFLEXÃO ACERCA DO INDICADOR EDUCACIONAL DISTORÇÃO IDADE-SÉRIE NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO AMAPAENSE

  • Orientador : JOSE WALTER CARDENAS SOTIL
  • Data: 15/12/2017
  • Mostrar Resumo
  • UMA REFLEXÃO ACERCA DO INDICADOR EDUCACIONAL DISTORÇÃO IDADE-SÉRIE NO CONTEXTO DA EDUCAÇÃO AMAPAENSE

  • JOSINEI DA SILVA BARBOSA
  • EXPLORANDO O ESPAÇO ATRAVÉS DE ATIVIDADES INVESTIGATIVAS NO ENSINO DA MATEMÁTICA E O USO DO GEOGEBRA

  • Data: 11/10/2017
  • Mostrar Resumo
  • O presente trabalho destaca a investigação matemática como uma possibilidade de recurso metodológico na construção do conhecimento matemático no ambiente da sala de aula, em especial, na construção dos conceitos de geometria espacial, defendendo um ensino pautado na ação do aluno como pessoa ativa no processo de ensino e aprendizagem. Para tanto, optou-se em utilizar o aplicativo Geogebra 3D, versão 5.0, como um instrumento auxiliar no processo de investigação matemática, visa contribuir de forma direta ou indireta com o processo ensino aprendizagem nas salas de aula das escolas públicas no que se refere à construção do conhecimento de matemática. Seu principal objetivo é apresentar a investigação matemática como uma alternativa que venha colaborar de forma positiva e satisfatória para o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias ao educando no ambiente escolar, promovendo uma aprendizagem significativa. Chegou-se ao entendimento que a adoção da investigação matemática é uma forte alternativa que só tem a contribuir com as mudanças necessárias e prementes no ambiente escolar, não como uma proposta única e absoluta, porém como uma ferramenta, uma engrenagem no processo de educação matemática crítica, que se entrelacem com outras propostas comprometidas com uma formação matemática sólida e significativa,

  • JORGE MESSIAS DO NASCIMENTO FLEXA
  • CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL: DETERMINAÇÃO DE ÁREAS E VOLUMES E OUTRAS APLICAÇÕES

  • Data: 12/09/2017
  • Mostrar Resumo
  • Para o desenvolvimento desse trabalho, optou-se por utilizar conceitos elementares sobre Cálculo Diferencial e Integral, acessíveis ao leitor com algum conhecimento em matemática, abordando, a partir destes, suas aplicações, principalmente na determinação de áreas e volumes. Desse modo, possibilitando a integração de vários conteúdos abordados no ensino médio com os conceitos do cálculo, ampliando as possibilidades de utilização de tais conhecimentos. Por outro lado, este trabalho tenta motivar os professores que atuam na docência com estes estudantes a fundamentar melhor o uso de algumas definições, bem como atender as demandas de alunos avançados e com interesse diversos, para além da limitação dos livros didáticos. Logo, torna-se relevante a apresentação das definições de Limite, Derivada e Integral, e de algumas de suas propriedades que nortearam o entendimento de como tais definições e propriedades podem ser utilizadas na resolução de problemas cotidianos, e também na compreensão de muitos outros conteúdos abordados nas disciplinas de matemática, física, e outras ciências.

  • JODSON NOBRE DA SILVA
  • UMA ABORDAGEM INTUITIVA DO CALCULO DIFERENCIAL E SUAS APLICAÇÕES NO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO

  • Data: 12/09/2017
  • Mostrar Resumo
  • Neste trabalho, apresenta-se o tema de Cálculo Diferencial de Funções Polinomiais de 1º e 2º grau no 1º ano do Ensino Médio apartir de uma abordagem intuitiva. A Fundamentação Teórica tem como objetivo apresentar os resultados de uma experiência a respeito do ensino de Cálculo Diferencial no Ensino Médio: noções de funções polinomiais, limites, taxa de variação da função, infinitésimo e derivada das funções polinomiais de 1º e 2º grau apresentado com coerência e clareza. Nesse intuito, demonstra-se uma maneira mais intuitiva e menos formal, sem usar o rigor de limite de uma função. Apresenta-se uma breve explanação dos Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio orientando a Disciplina de Matemática e como seu conteúdo deve ser ensinado. Na elaboração do trabalho foi feita inicialmente uma pesquisa de cunho bibliográfico a partir de dados analisados em alguns artigos e livros, com o objetivo de conhecer conceitos e definições sobre o Cálculo desde o seu surgimento com Isaac Newton (1666) e Leibniz (1684) chegando às suas aplicações de hoje. Posteriormente, realizou-se um estudo de caráter investigativo para que fosse possível apresentar um relato histórico do Cálculo Diferencial nas escolas do Brasil. Dessa forma, o presente trabalho visa relatar uma experiência docente que buscou uma forma de ensinar o Cálculo Diferencial no ensino médio por meio de uma abordagem intuitiva.

  • JOVELINO VALÉRIO DE SOUZA
  • A PERCEPÇÃO DE ALUNOS DO 1º ANO DO ENSINO MÉDIO SOBRE A IMPORTÂNCIA E APLICAÇÕES DE CONTEÚDOS MATEMÁTICOS RELACIONANDO A APRENDIZAGEM DOS CONJUNTOS NUMÉRICOS

  • Data: 12/09/2017
  • Mostrar Resumo
  • Na pré-história, a relação do ser humano com as quantidades da natureza não se estabelecia de modo racional, por meio de uma abstração, mas a uma espécie de sentido qualitativo. Desse modo, parte-se do pressuposto que a educação brasileira, em geral, necessita adequar-se à realidade social em que os alunos estão inseridos. Isso porque se faz necessária uma adequação dos conteúdos estudados na escola, com o contexto social vivido no cotidiano dos aprendizes. Desse modo, a presente dissertação tem como objetivo destacar a percepção dos alunos do 1º ano do ensino médio sobre a importância e aplicações de conteúdos matemáticos relacionando a aprendizagem dos conjuntos numéricos. Para tanto, foi realizada uma inter-relação entre a Teoria da Aprendizagem Significativa e o Método da Engenharia Didática, caracterizando-se por ser investigativo de delineamento quantiqualitativo. Chegou-se ao entendimento que há a necessidade de uma nova visão diante do modelo atual sob o qual acontece o ensino dos conjuntos numéricos, principalmente em relação a contextualização do ensino de Matemática, de modo que o aluno perceba sua importância e utilidade no seu cotidiano e assim, comece a adquirir interesse por seu aprofundamento teórico.

  • FABIO CAMPOS DIAS
  • O TEOREMA FUNDAMENTAL DA ÁLGEBRA

  • Orientador : JOSE WALTER CARDENAS SOTIL
  • Data: 12/09/2017
  • Mostrar Resumo
  • .  

  • REINALDO CLEITON BARROS DE SOUZA
  • MODELAGEM MATEMÁTICA: INTERPOLAÇÃO POLINOMIAL E APLICAÇÕES

  • Data: 11/09/2017
  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa aborda sobre a Modelagem Matemática na aplicação de Cálculo Numérico, especificamente na interpolação polinomial. Destacam-se os métodos de interpolação de Vandermonde, Lagrange e de Newton. As aplicações dão ênfase na produção de açaí em Macapá-AP e a variação de preço da saca de açaí em batedeiras no bairro das Pedrinhas, também em Macapá. Em todas essas situações foram desenvolvidas funções polinomiais que expressam de forma aproximada os dados de cada aplicação supracitada. Usou-se como instrumento de resolução a planilha eletrônica Microsoft Excel 2.010 e os aplicativos Matriz, Projeto Gauss e o GeoGebra 5.

  • ANDRÉ GEORGE MORAIS DIAS
  • MATEMÁTICA FINANCEIRA NO ENSINO BÁSICO: UMA ABORDAGEM VOLTADA PARA O FINANCIAMENTO, CRÉDITO E CONSUMO CONSCIENTE.

  • Orientador : JOSE WALTER CARDENAS SOTIL
  • Data: 11/09/2017
  • Mostrar Resumo
  • A finalidade desta monografia é apresentar uma sugestão de abordagem da matemática financeira na escola, tendo em vista a dificuldade e falta de manejo com que o cidadão brasileiro toma suas decisões diante das supostas facilidades apresentadas na concessão de crédito, seja numa simples compra parcelada no comércio, no financiamento de um bem a longo prazo ou empréstimos financeiros. Achamos de fundamental importância a consciência na tomada de decisões financeiras para a organização de suas contas e para não cair na armadilha do endividamento, consideramos que este é um assunto de grande relevância na vida de todas as pessoas que se servem ou virão a utilizar dos serviços bancários e do comércio em geral, bem como entender com clareza as tomadas de decisões do governo nas medidas econômicas e assim ser mais criterioso quanto a sua aprovação ou não, pretendemos também com este trabalho dar sugestões e exemplos para que os professores do ensino básico possam orientar e enriquecer sua prática pedagógica de maneira adequada, preocupamo-nos ainda em apontar os pré-requisitos fundamentais para a assimilação dos conteúdos, fazendo com que eles sejam estudados com a devida conexão com o cotidiano do aluno.

  • ALMIR SARDINHA MENDES
  • RELOGIO DO SOL: PROPOSTA ENSINO PARA O ESTUDO DE ÂNGULO NO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Data: 01/09/2017
  • Mostrar Resumo
  • Este estudo monogra co desenvolveu uma proposta de ensino com intuito de introduzir
    a geometria de uma forma diferente da tradicional e usual, sendo que este inicia-se
    com alguns fatos historicos relacionados à matemática para que posteriormente fosse
    desenvolvida a relação entre a geometria e o relógio de sol. O relgio de sol de uma forma
    didática de difundir o ensino da geometria seja para o Ensino Fundamental II ou Ensino
    Médio. Este trabalho foi desenvolvido por meio de revisão de literatura e teve como
    objetivo analisar a importância da utilização do relogio de sol como ferramenta de ensino
    a geometria. Constatou-se que a inserção do relogio de sol no ensino da geometria permite
    a integracão e a interação entre professor e aluno, além de ser um recurso que promove a
    facilitação do processo de ensino-aprendizagem da geometria.

  • BENEDITO HERONIZIO PIMENTEL GOES
  • UM ENFOQUE CONSTRUTIVISTA DE RETAS PARALELAS E PERPENDICULARES E SUAS APLICAÇÕES SOB O PONTO DE VISTA DA TEORIA DE VAN HIELE

  • Data: 30/08/2017
  • Mostrar Resumo
  • UM ENFOQUE CONSTRUTIVISTAS

  • PAULO ROBERTO FIGUEIREDO PAMPHYLIO
  • A ABORDAGEM DA MODELAGEM MATEMÁTICA EM SITUAÇÕES-PROBLEMA ENVOLVENDO FUNÇÕES AFINS E QUADRÁTICAS NO ENSINO FUNDAMENTAL II

  • Data: 09/08/2017
  • Mostrar Resumo
  • A Matemática é uma área de conhecimento complexa. A apreensão dos saberes que regem essa ciência por parte dos alunos em sala de aula pode ser um processo nada fácil. Nessa perspectiva, a Modelagem Matemática é um mecanismo que pode ser facilmente associado a alguns conteúdos que compõe o currículo da disciplina a fim de facilitar o processo de ensino-aprendizagem. Assim, neste trabalho, será implementada uma discussão acerca de como a Modelagem Matemática pode ser trabalhada em consonância com o estudo de funções afins e quadráticas, bem como será apresentada uma proposta de como aplicar Modelagem Matemática em funções, com o objetivo de aproximar a Matemática formal da Matemática cotidiana e, com isso, aproximar o aluno da sua realidade. Para tanto, foi realizada uma profunda pesquisa bibliográfica em acervos de autores renomados na área de Modelagem Matemática, Funções e Ensino-Aprendizagem de Matemática, o que possibilitou a formação de um consistente alicerce teórico para o desenvolvimento desta pesquisa. Por fim, verificou-se a significância da abordagem de Modelagem Matemática associada aos conteúdos do currículo do Ensino Fundamental II, em especial ao conteúdo de funções afins e quadráticas, na condição de mecanismo matemático capaz de desenvolver habilidades ímpares nos discentes, como a abstração e o raciocínio lógico.

  • ROSELY RODRIGUES RÊGO BITENCOURT
  • APLICAÇÕES DO CONCEITO DE PROPORCIONALIDADE A PARTIR DA ENGENHARIA DIDÁTICA

  • Data: 05/05/2017
  • Mostrar Resumo
  • O conceito de proporcionalidade pode ser abordado como conteu´do interligado com diversos outros assuntos de matem´atica, tornando o processo ensino-aprendizagem mais dinˆamico, interativo, motivador e contextualizado no cotidiano escolar. Neste sentido, o presente trabalho tem o objetivo de apresentar a aplica¸ca˜o do conceito de proporcionalidade a partir da Engenharia Dida´tica, para uma turma de 2o ano do Ensino M´edio, em uma Escola Pu´blica da Rede Estadual, no Munic´ıpio de Macap´a. A metodologia utilizada baseou-se na aplica¸ca˜o de uma sequ¨ˆencia dida´tica seguindo os princ´ıpios da Engenharia Dida´tica. Foi aplicado um teste inicial objetivando verificar o n´ıvel de conhecimento pr´evio dos alunos e a partir da an´alise dos resultados verificou-se a necessidade de revisa˜o dos conteu´dos relacionados a proporcionalidade. Em seguida, foi elaborada e aplicada uma sequ¨ˆencia did´atica composta de 5 atividades, relacionando teoria e pra´tica, com abordagem no cotidiano dos alunos. Ap´os a aplicac¸˜ao da sequ¨ˆencia dida´tica, para validar a efica´cia da metodologia utilizada, foi aplicado um teste final para verificar o n´ıvel de desempenho dos alunos. Da ana´lise comparativa dos resultados obtidos nos testes inicial e final, constatou-se uma melhora relativa de desempenho dos alunos, uma vez que no teste inicial, a turma apresentou, em m´edia, um percentual de 24% de acertos; 50% de erros e 26% de respostas em branco, enquanto que no teste final, os percentuais m´edios foram de 42% de acertos; 40% de erros e 18% de questo˜es em branco. Assim, conclui-se que a utiliza¸ca˜o da metodologia da engenharia did´atica trouxe uma melhora significativa para o processo de ensino-aprendizagem do conceito de proporcionalidade para os alunos pesquisados.

  • ANA PAULA GOMES CASTRO
  • UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA O ENSINO DO NÚMERO DE OURO ATRAVÉS DO SOFTWARE GEOGEBRA NA EDUCAÇÃO BÁSICA

  • Data: 05/05/2017
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho foi um estudo bibliográfico realizado sobre a importância e a aplicação do Software Geogebra na Educação Básica, para o Ensino Fundamental e Médio, com o objetivo de proporcionar melhoria no ensino da Matemática, no que se refere à Geometria e a Álgebra. Está organizado em três capítulos, embasados em teóricos da área de Matemática, como: Boyer (2005); Gundlach (1992); Eves (1992); Crespo (1996); Huntley (1985) e outros citados, que deram fundamentação teórica. O primeiro capítulo começa a partir dos aspectos históricos da Razão Áurea, dissertando desde os tempos mais remotos da antiguidade, a Matemática Áurea na Grécia Antiga e no Egito, a origem da proporção na Matemática grega, Leonardo de Fibonacci e a razão áurea, a sequência de Fibonacci e a proporção áurea, os conceitos matemáticos por traz do número de ouro, um pouco sobre razão e proporção, razão de dois números, proporção, a razão áurea através da divisão de segmentos geométricos, o retângulo áureo, a espiral logarítmica, o pentágono, o pentagrama e o triângulo áureo, a incomensurabilidade do pentágono regular, onde encontrar a razão áurea, a proporção áurea na natureza, a música e a secção dourada, o homem de Vitrúvio e o modulor (a razão áurea na arquitetura). Também o segundo capítulo, aborda sobre o uso da Informática, como ferramenta auxiliar com importante contribuição tecnológica para o ensino e aprendizagem da Matemática na Educação Básica, visto que, está mencionado nos Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN’s, nos ciclos terceiro quarto do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, a adesão à utilização do Software educativo Geogebra, que possibilita realizar estudos de diversas figuras geométricas, assim como resolver problemas inerentes à Álgebra. O Software Geogebra na versão livre é simples, dinâmico e de fácil manuseio, que permite aos alunos, descobrirem infinitas possibilidades de exploração e criação de novos conhecimentos sem limites para a criatividade. Sendo isso, uma das razões que justifica a escolha para o desenvolvimento deste trabalho. O terceiro capítulo é sobre a proporção áurea e algumas construções no Software Geogebra, desenvolvido pelo professor Markus Hohenwarter, da Universidade de Salzburgna da Áustria. Também é feita a descrição dos comandos do Software Geogebra, a partir da tela inicial, formada pela barra de menus, barra de ferramentas, janela da Álgebra, janela da Geometria e barra de comandos. Em seguida foi proposto três blocos de atividades com instruções para manuseio, conforme demonstração nas figuras que acompanham.

  • MARIBENE CONCEIÇÃO DOS SANTOS CAVALCANTE
  • UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA PARA O ENSINO DO NÚMERO ÁUREO NA EDUCAÇÃO BÁSICA ATRAVÉS DAS CONSTRUÇÕES GEOMÉTRICAS

  • Data: 05/05/2017
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho é o resultado de uma pesquisa bibliográfica, realizada sobre “Uma Proposta Pedagógica para o Ensino do Número Áureo na Educação Básica através das Construções Geométricas”, com o objetivo de proporcionar melhoria no ensino da Matemática. Está organizado em três capítulos, tendo como referencial, teóricos da área de Matemática, como: Boyer (2005), Gundlach (1992), Eves (1992), Crespo (1996), Huntley (1985), Livio (2006), Wagner (1998), Valente (2007), Giongo (2001) e outros citados, que deram fundamentação. O primeiro capítulo começa a partir dos aspectos históricos da Razão Áurea, dissertando desde os tempos mais remotos da antiguidade, a Matemática Áurea na Grécia Antiga e no Egito, a origem da proporção na Matemática grega, Leonardo de Fibonacci e a razão áurea, a sequência de Fibonacci e a proporção áurea, os conceitos matemáticos por traz do número de ouro, um pouco sobre razão e proporção, razão de dois números, proporção, a razão áurea através da divisão de segmentos geométricos, o retângulo áureo, a espiral logarítmica, o pentágono, o pentagrama e o triângulo áureo, a incomensurabilidade do pentágono regular, onde encontrar a razão áurea, a proporção áurea na natureza, a música e a secção dourada, o homem de Vitrúvio e o modulor (a razão áurea na arquitetura). O segundo capítulo aborda a história das Construções Geométricas desde a Pré-História e seus percursos por séculos até chegar ao Brasil no final do século XVII, com toda a sua trajetória até aos dias atuais. O terceiro capítulo é dedicado às construções geométricas, ilustrando vários tipos de figuras e como utilizar a régua e o compasso, como ferramentas úteis e de fácil acesso, facilitando o ensino e a aprendizagem dos alunos.

2016
Descrição
  • MARCELO TADEU UCHÔA PINTO
  • Modelagem matemática através da utilização de softwares no ensino médio para o estudo de sequências numéricas: progressão aritmética e progressão geométrica”

  • Data: 01/12/2016
  • Mostrar Resumo
  •  “Modelagem matemática através da utilização de softwares no ensino médio para o estudo de sequências numéricas: progressão aritmética e progressão geométrica”

  • LINOVALDO COELHO DOS SANTOS
  • Uma ferramenta computacional para o cálculo e treinamento do método de
    escalonamento de Gauss.

  • Orientador : JOSE WALTER CARDENAS SOTIL
  • Data: 05/08/2016
  • Mostrar Resumo
  • Neste trabalho desenvolvemos o método de escalonamento de Gauss e mostramos a sua efi-
    ciência para calcular determinantes, matrizes inversas e sistemas de equações lineares quando
    comparados com o método de Laplace. O método de escalonamento de Gauss tem complexi-
    dade computacional da ordem polinomial, enquanto o método de Laplace segue uma complexi-
    dade de ordem exponencial. Foi desenvolvido no ambiente DELPHI 7 um aplicativo chamado
    MATRIZ, o qual calcula determinantes, matrizes inversas e sistemas de equações lineares algé-
    bricas como ferramenta computacional a ser usado em sala de aula. O aplicativo MATRIZ tem
    como diferencial possuir um ambiente de treinamento, onde o aluno pode decidir qual é o pivô e
    os multiplicadores, tornando as aulas mais dinâmicas, permitindo fixar os conceitos adquiridos,
    tomar decisões e obter rapidamente os resultados esperados.

  • ANDRÉ LUIZ DOS SANTOS FERREIRA
  • TRIGONOMETRIA E FUNÇÕES TRIGONOMÉTRICAS, UMA ABORDAGEM DIDÁTICO MOTODOLOGICA

  • Data: 04/04/2016
  • Mostrar Resumo
  • TRIGONOMETRIA E FUNÇÕES TRIGONOMÉTRICAS, UMA ABORDAGEM DIDÁTICO MOTODOLOGICA

  • AMBROSIO DA SILVA MARQUES
  • DISPOSIÇÃO DOS NÚMEROS NATURAIS EM ARRANJO PLANO E POLINÔMIOS QUE GERAM NÚMEROS PRIMOS

  • Data: 04/04/2016
  • Mostrar Resumo
  • O cerne deste trabalho é apresentação de uma ideia que nos ocorreu a algum
    tempo, após o término da graduação, e que agora temos a oportunidade de expô-la.
    Ela é exposta no capítulo 3, e mostra como, a partir da disposição figurativa dos
    naturais em triângulos e quadrados, chega-se a um polinômio p(n) que tem valores
    primos para n =1,2,3,...,k; para um determinado k. No capítulo 1 é feita uma concisa
    exposição da história da matemática dos antigos povos egípcios e mesopotâmicos,
    e dos números primos na Grécia e na Europa; no capítulo 2 são mostrados alguns
    teoremas de grande relevância no desenvolvimento da teoria dos números e
    também algumas questões que permanecem em aberto quanto a sua veracidade, e
    por fim, no capítulo 4 são mostradas duas fórmulas que geram todos os números
    primos.

2015
Descrição
  • GLAUCIO BRAZ NUNES BRASIL
  • O uso dos métodos egípcio, babilônico, chinês e russo no ensino da multiplicação de números naturais na escola privada.

  • Data: 08/05/2015
  • Mostrar Resumo
  • Este trabalho objetiva oferecer uma proposta de ensino da multiplicação de números naturais, a partir de conceitos estudados através da história da matemática e que foram utilizados por antigas ácivilizações. Destaca-se, então, a utilização da história da matemática no ensino do processo multiplicativo, o qual pode ser utilizado a partir das séries iniciais da educação básica. Aqui serão mostrados, além de alguns trechos da história do surgimento dos números, os processos de como os chineses multiplicavam utilizando varetas de bambu, os métodos egípcios e dos antigos camponeses russos que utilizavam conceitos de dobro e metade para multiplicar e também o método da gelosia, utilizado pelos indianos. Ao final do trabalho seré apresentada a análise dos resultados de uma pesquisa de campo realizada em escolas de educação básica nos municípios de Macapá e Santana, que mostra a eficácia ou ineficácia, através da análise de gráficos de resultados, da proposta de utilizaçãao da matemática como metodologia de ensino da multiplicação nas séries iniciais da educação básica.

2014
Descrição
  • FREDSON LUIS TORRES ALVES
  • CONJUNTO DOS NÚMEROS REAIS: Reflexões para construção de uma proposta para o Ensino dos Números Reais.

  • Data: 25/04/2014
  • Mostrar Resumo
  • São poucos os livros didáticos que apresentam o conceito de números reais com consistência teórica. Na maioria dos livros didáticos o número racional é representado por uma expressão Decimal finita ou periódica, mas não é feito nenhum esforço para justificar a afirmação. Os livros também conceituam número real como uma expressão decimal finita ou infinita, e, definem o número racional como expressão decimal finita e infinita e periódica e o número irracional quando a expressão é infinita ou aperiódica. Porém não apresentam justificativas consistentes para assegurar que o número seja irracional. Outras falhas em livros didáticos correspondem a não definição das operações de números reais, a relação de ordem entre os racionais, levando em consideração a abordagem geométrica e a algébrica e a definição de supremo. Os professores de matemática, em sua grande maioria, tendem a reproduzir em suas aulas o conteúdo dos livros didáticos com muitas falhas no conceito de números de reais. Um dos fatores para tal comportamento é a falta de segurança dos professores de Matemática relativo ao conteúdo em discussão, impondo a manutenção dessa prática. Felizmente, iniciativas como o Mestrado Profissional em Matemática - Profmat e Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Matemática do Ensino Médio - PAPMEM dão oportunidades aos professores de Matemática em aperfeiçoarem-se; demonstrando, através dos materiais usados nos cursos e das publicações da SBM, em especial a coleção Matemática para o Ensino Médio”, cujo volume um apresenta o conjunto dos números reais de forma consistente. Inspirado nessas iniciativas, buscamos contribuir, tendo em vista que o presente trabalho visa demonstrar que é possível, por meio de extensões sucessivas do conceito de número, chegar à construção dos números reais, dando especial importância à relação existentes entre eles através do método Axiomático e a utilização do conceito de Supremo para caracterizar o conjunto dos números reais, podendo ser elementos facilitadores do ensino dos números reais de forma correta e ao mesmo tempo acessível ao aluno.

  • TONI DE SOUZA RIBEIRO
  • MATEMÁTICA FINANCEIRA PARA O ENSINO MÉDIO E CONCURSOS PÚBLICOS53

  • Data: 09/04/2014
  • Mostrar Resumo
  • Esta pesquisa trata sobre a matemática financeira. O tipo de pesquisa é de cunho bibliográfico e temo por objetivo aplicar os conhecimentos de Matemática Financeira nas resoluções de questões de concursos públicos. Tal pesquisa tem por base autores renomados com Iezzi (2004), Sobrinho (2000), Hazzan (2007) e Crespo (2009). Tal pesquisa aborda sobre juros e descontos nos regimes de capitalização simples e composta, além dos sistemas de amortização constante e o de amortização francês.

SIGAA | Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI-UNIFAP) - (096)3312-1733 | Copyright © 2006-2022 - UNIFAP - sig.unifap.br.srv3inst1