Apresentação












Curso de Engenharia Elétrica

 

O curso de Bacharelado em Engenharia Elétrica no estado do Amapá foi criado no ano de 2008 através da Resolução Nº. 06/2008 de 21/05/2008 do Conselho Universitário Superior (CONSU) da UNIFAP, com a sua primeira turma ingressando no vestibular de 2009, justificado e norteado pelos seguintes pontos principais:

I- Criar mão de Obra qualificada para atuar no Estado do Amapá considerando o aumento da necessidade de conhecimento técnico cientifico na área de Engenharia Elétrica, para suprir a demanda criada tanto por programas de desenvolvimento, crescimento e sociais do governo federal, quanto pela expansão imobiliária explicita em na notória verticalização da capital Macapá, que se transformaram em uma alternativa para as necessidades de moradia do povo Amapaense.

II- Foi vislumbrado à época da criação do curso que em pouco tempo as unidades geradoras de energia elétrica do estado estariam fazendo parte do Sistema Interligado Nacional (SIN), com a construção da linha de transmissão que interliga Tucuruí a Macapá e Manaus, criando a necessidade de manutenção e operação das mesmas a qual é elaborada com a participação de engenheiros eletricistas. Sendo realizado a completa interligação do estado do Amapá em 2015, a partir deste ponto espera-se que sejam criadas novas oportunidades aos alunos concluintes do curso de Engenharia Elétrica.

III- Ressalta-se também que o potencial hidrelétrico da região é grandioso, sendo que está sendo construída mais uma usina em Ferreira Gomes (Rio Araguari), além da expansão da Hidrelétrica de Coaracy Nunes (Rio Araguari), bem como a construção da Usina Hidrelétrica de Cachoeira Caldeirão (Rio Araguari) e mais a Usina Hidrelétrica de Santo Antônio (Rio Jari). Como se tratam de geradores ligados a máquinas primárias, ou seja, máquinas rotativas cuja função é entregar ao gerador a energia potencial do rio, é evidente a necessidade de engenheiros eletricistas para atuarem no projeto de supervisão e operação tais máquinas;  

IV- As indústrias mineradoras da região necessitam de mão de obra qualificada para atuar no ramo de projetos de automação dos elementos mecânicos tais como correias transportadoras, guindastes, perfuradoras, malha ferroviária e outros, essenciais na extração de minérios;

V- No cenário nacional, é bastante clara a absorção de engenheiros eletricistas por grandes empresas públicas, autarquias, capital misto e capital privado, as quais crescem e apontam a economia brasileira como a 9ª maior do mundo em 2016;

VI- A UNIFAP segue sendo a única instituição de ensino publica a ofertar o curso de Bacharelado em Engenharia Elétrica no estado, somado ao fato de o Engenheiro Eletricista ser bastante versátil e imprescindível em muitos segmentos industriais, com atuação em diversas áreas da indústria bem como no setor de serviços;

VII- Promover o interesse para o desenvolvimento científico na Universidade, incentivando docentes, discentes e os técnicos-administrativos em educação, a participar de projetos de pesquisa e extensão.


Coordenação do Programa: FERNANDA REGINA SMITH NEVES CORREA

Telefone/Ramal:

E-mail: Nenhum conteúdo disponível até o momento

Título do Profissional: BACHAREL Área de Conhecimento CNPQ: Engenharias Modalidade de Curso: Presencial
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Calendário Acadêmico.
  • 17/01/2019 - 25/01/2019 · Matrícula para o período 2019.1.
  • 04/02/2019 · Início do período letivo 2019.1.
Notícias Veja abaixo as noticias referentes ao nosso Curso.
SIGAA | Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI-UNIFAP) - (096)3312-1733 | Copyright © 2006-2019 - UNIFAP - sig-instancia-02.unifap.br.srv2inst1